quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

A carta

Olha pra mim. Tudo o que fiz foi por você, sabia?
Ano passado foi turbulento demais e eu fiz tudo por você.
Todas as minhas lágrimas foram por medo de te decepcionar. Todo o meu esforço foi pra te orgulhar.
Lembra de tudo o que você me falou? Lembra de toda a responsabilidade que despejou em cima de mim sem pensar em nada? Lembra de todas as inseguranças que me contou ter e me fez sentir culpada?
Eu era a mais nova ali, eu estava insegura, eu tinha responsabilidade demais em cima de mim de uma vez só. Mas você não percebeu isso, só queria saber de você.
E mesmo depois de tudo, o que você fez? O que você fez quando eu mais precisei? Foi embora.
Meu amor por você é incondicional, você é meu ídolo, meu orgulho, minha vida.
Eu lhe via como minha fortaleza e você desmoronou... Em cima de mim.
E agora, o que me diz? Eu consegui, eu cheguei lá. Vou fazer algo que nunca desejei, por você.
Vou fazer porque a sua felicidade me faz feliz, porque não existe melhor sentimento do que quando me diz que sou seu orgulho.
Mas, por favor, nunca faça isso de novo. Não sei se agüento, me promete?
Me promete que da próxima vez que eu lhe pedir pra ser apenas meu amigo, da próxima vez que lhe pedir pra não me cobrar demais você vai me ouvir?
Obrigada, eu te amo pai.
Por: Luise Lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário